Sub-18: 7º lugar na Final do Campeonato Nacional Sevens

Depois de ter conseguido um apuramento inédito para a Fase Final do Campeonato Nacional de Sevens no escalão Sub-18, feito alcançado no Torneio de Apuramento realizado a 28 de Maio em Caldas da Rainha, o Caldas Rugby Clube disputou, no passado domingo 5 de Junho, a Fase Final da competição, em Coimbra.

Sorteado no Grupo B, os Pelicanos abriram o campeonato defrontando a equipa que se veio a revelar a sensação desta fase final, o R.C. da Bairrada, que se apresentou com uma equipa muito adulta, fortíssima no capítulo físico, disciplinada e com uma grande atitude competitiva. Esta postura surpreendeu o Caldas que perdia ao intervalo por 5 pontos a 0.

Logo no reatamento o Bairrada voltou a marcar, elevando para 10 a 0. A partir daí, soltando-se e impondo um jogo de maior valia técnica, os Pelicanos deram a volta ao marcador, acabando por triunfar por 17 a 10, fruto de ensaios do Sub-16 Duarte Jasmins (1) e Tomas Jacinto (2), um dos quais convertido pelo capitão Tommy Lamboglia.

2016_05_28_sub18

No segundo jogo do grupo, frente ao supostamente favorito C.D.U.P., o Caldas entrou receoso e viu-se a perder por 7 a 0 logo no início. Equilibrando o jogo, os Pelicanos empataram no final da primeira parte, ensaio de Filipe Gil, bem convertido por Tommy Lamboglia.

Entrou mais forte o C.D.U.P. na segunda parte e, aproveitando uma serie de erros defensivos e atacantes da equipa do Oeste, marcaram 3 ensaios, um dos quais convertidos. Resultado final: C.D.U.P. 24–7 C.R.C. Nos jogos de sevens, de muito curta duração, os erros pagam-se, quase sempre, muito caro.

No terceiro jogo do grupo verificou-se a grande surpresa do campeonato, com a vitória do Bairrada sobre o C.D.U.P. por 22 pontos contra 7. A atitude e humildade dos Bairradinos triunfaram sobre alguma sobranceria dos Universitários do Porto.

Com as três equipas empatadas (1 vitória e 1 derrota para cada) prevaleceu o critério de desempate, saldo entre pontos marcados e sofridos, e daí resultou o 1º lugar do grupo para o Bairrada e o 3º lugar para o CRC.

Relegados, assim, para a disputa do 7º ao 9º lugar, os Pelicanos enfrentaram os dois jogos desta série com total disponibilidade e atitude vencedora.

2016_05_28_sub18_2

Contra a forte equipa do C.R.A.V. fizeram uma exibição de muito boa qualidade, entrando fortíssimos e triunfando por claros 28 pontos a 12 (com 21 ao intervalo). Ensaios de Tomas Jacinto (3) e Daniel Fernandes (1) todos transformados por Tommy Lamboglia.

No ultimo jogo, contra a também forte equipa do Montemor, os Caldenses demonstraram algum desgaste físico (a equipa apresentou-se com apenas 10 jogadores, 2 faltas por motivos familiares e o forte calor que se fez sentir fizeram mossa). Cientes deste facto jogaram em controlo e posse de bola, chegando ao intervalo a vencer por 7 a 0, fruto de ensaio de Mateus Neves e transformação do capitão Tommy Lamboglia.

A segunda parte foi de forte pressão do Montemor, a que o Caldas respondeu com defesa corajosa. Na bola de jogo, contudo, o Montemor conseguiu chegar ao empate. Resultado final 7 a 7, que se aceita.

Com estes resultados o Caldas acabou por ganhar esta série, desta vez por melhor saldo de pontos marcados e sofridos face ao Montemor, classificando-se no 7º lugar nacional.

O Agronomia acabou por conquistar o título de campeão nacional ao bater na série dos primeiros o Direito e o Bairrada.

Muito positiva a prestação Caldense, com 2 vitórias, 1 empate e 1 derrota. A vitória sobre o Bairrada, que foi a grande revelação deste campeonato, ao classificar-se em 3º lugar, mas apenas com 1 vitória e 3 derrotas, espelha bem a qualidade da prestação Pelicana.

Uma palavra de muito especial agradecimento à Transwhite/Logiqueen, que mais uma vez se disponibilizou ao ceder o transporte utilizado pela equipa Caldense.

Alinharam pelo Caldas Rugby Clube:

  • Ricardo Rei
  • Filipe Gil
  • Daniel Fernandes
  • Alexandre Vieira
  • Leonardo Ferreira
  • Tomás Lamboglia
  • Tomás Jacinto
  • Mateus Neves
  • Duarte Jasmins
  • Afonso Montargil

Treinador: Patricio Lamboglia
Fisioterapeuta: Carlos Patrício
Diretor Equipa: António Ferreira Marques, por impedimento profissional de Adelino Jacinto

Às entidades que apoiam o Caldas Rugby Clube, o nosso raçudo agradecimento

Câmara Municipal de Caldas da Rainha, 2AB – Auto Abastecedora da Benedita, RGT, Soaluga, GelRainha, Mr. Pizza, Balance Club, Solancis, Rações Avenal, CAETANO AUTO, Restaurante O Paraíso, Pretrab, Seguros 24, Talho Azul, Gotalimpa e Renault-Lizauto

 

Partilhar...Share on Facebook