5ªJornada CN 1ª Divisão Caldas RC – 29 vs CR S. Miguel 23

crc_s-miguel_3

Pelicanos continuam invictos em casa! Vitória sofrida contra o S.Miguel

5ª Jornada do CN 1ª Divisão Caldas Rugby Clube vs CR S.Miguel

Mais um Sábado cheio de Rugby no Complexo Desportivo das Caldas da Rainha.

Depois da 2ª jornada do Circuito Nacional de Rugby de VII do escalão sub-16, que se disputou durante a manhã, disputou-se, perante numeroso público – as prestações do Caldas Rugby Clube entusiasmam cada vez mais e os jogadores Buldogues têm um grupo de seguidoras fieis – mais um jogo apaixonante da “Primeirona”.

Tempo ideal para a prática do Rugby, sem chuva, “pitch” magnífico – 6 horas consecutivas de Rugby sem problemas no relvado – e bancadas participativas, um ambiente de eleição.

O jogo antevia-se muito disputado, entre duas equipas com princípios de jogo diferentes, mas ambas totalmente focadas na vitória. E o que se assistiu correspondeu em absoluto a esta expectativa.

Não é vulgar colocar a arbitragem como tema de referência elogiosa das notícias, mas a prestação de João Costa, para além de correta técnica e disciplinarmente e estar à altura da entrega das duas equipas, merece uma palavra muito especial pela sua recente internacionalização no jogo Ucrania-Holanda. O Rugby Português só cresce com bons árbitros!

Entrada com tudo das duas equipas. Aos 2 minutos primeira oportunidade de pontuar pelo S. Miguel, e penalidade bem concretizada pelo seu chutador habitual, o ”arrier”.

Mas os Pelicanos responderam e, aos 6 minutos e na sequência de uma excelente jogada de Rugby, avançados, fixação de jogo e abertura às linhas atrasadas, conseguiram um toque de meta entre os postes pelo “fly-half” , ainda sub-18, “Tommy” Lamboglia, que se encarregou da transformação, colocando o resultado em 7 a 3.

Seguiu-se uma fase de Rugby bem jogado por ambas as equipas. Os Pelicanos privilegiando o jogo à mão e ao largo, mas seguro nas fases estáticas dos seus avançados e os Buldogues fazendo uso do seu pack avançado e procurando com penetrações rápidas ultrapassar a linha adversaria. E foi numa saída rápida de 8 numa “mellée” que conseguiu pontuar entre os postes, ensaio facilmente transformado, aos 18minutos.

Primeiro quarto: Caldas RC – 7 / CR S. Miguel – 10.

A segunda metade da 1ª parte foi de domínio repartido, mas com melhor definição de jogadas pelo Caldas que conseguiu aos 25 minutos e aos 36 minutos duas penalidades, excelentemente convertidas por “Tommy” Lamboglia, na sequência de jogadas muito bem conseguidas das linhas atrasadas Pelicanas, apenas travadas em falta.

Ao intervalo: Caldas RC – 13 / CR S. Miguel – 10.

A segunda parte iniciou-se com a equipada casa muito confiante e a pressionar. Logo no primeiro minuto uma nova oportunidade de pontuar, mas a penalidade, de novo tentada pelo chutador do dia, não teve, desta vez, êxito.

Não esmoreceram os Pelicanos e aos 46 minutos numa conquista de formação ordenada e saída do nº 8,Filipe Gil, o “fullback” Gonçalo Silva ultrapassou, com classe, a linha de vantagem e conseguiu um toque de meta entre os postes. “Tommy” Lamboglia converteu facilmente, colocando o resultado em Caldas RC – 20 / CR S.Miguel – 10.
Responderam os Buldogues de imediato e aos 48 minutos reduzem através de um pontapé de penalidade, também bem transformado pelo seu ”fullback”.

Seguiram-se 30 minutos de Rugby! Parada e resposta, o Caldas com as suas armas, um jogo mais técnico e dinâmico, com soluções atacantes mais diversificadas, o S. Miguel com um Rugby mais estático, mas sempre tentando jogar em profundidade para ultrapassar a linha de vantagem.

E nesta toada o marcador foi-se alterando, mantendo a dúvida sobre o resultado final e o interesse nas bancadas.
Aos 55 minutos, penalidade a beneficiar os Pelicanos e transformação exemplar por “Tommy Lamboglia. Caldas RC – 23 / CR S .Miguel – 13.

Dois minutos depois, aos 57 minutos, resposta e o “fullback” Buldogue reduz, também convertendo uma penalidade.

Mais 3 minutos e, de novo “Tommy” Lamboglia repõe a diferença, na transformação exemplar de nova penalidade; Caldas RC – 26 – CR S. Miguel – 16.

Aos 68 minutos e na sequência de uma fase de forte pressão dos avançados Buldogues, contrariada com defesa corajosa dos Pelicanos, uma arrancada poderosa das linhas atrasadas do Caldas, que conquistaram 60 metros de terreno, apenas foi travada “in extremis”, e em falta, aproveitada pelo marcador de serviço “Tommy” Lamboglia para colocar o resultado em 29-16 para os Caldenses.

Foi a vez do S. Miguel fazer valer o brio de uma verdadeira equipa de Rugby. Mesmo temporariamente com 14 jogadores, fruto de cartão amarelo, Instalaram-se nos 22 metros Pelicanos e pressionando com tudo foram provocando faltas sucessivas ao adversário e, com mérito conseguiram a 4 minutos do fim um merecido toque de meta, muito bem transformado pelo seu chutador.

Caldas RC – 29 / CR S. Miguel – 23 e tudo em aberto.

O final do jogo foi empolgante. Os Buldogues a atacar com tudo o que tinham e os Pelicanos, na altura também só com 14 jogadores, resultado da lesão do seu médio de abertura, quando já tinham colocado em campo os 5 suplentes de que dispunham, a juntar todas as forças na defesa da preciosa vantagem.

Resultado final: Caldas RC -29 (2 E, 2 T, 5 P) / CR S. Miguel – 23 (2 E, 2 T, 3 P).

crc_s-miguel_2

Vitoria que se aceita da equipa que mostrou um Rugby mais técnico. Prestação ao mesmo nível de entrega e vontade de vencer da equipa vencida.

Mais um jogo intenso, disputado, desportivamente exemplar da “Primeirona”.

A terceira parte registou um empate, com um score elevadíssimo.

O CRC alinhou com:

João Vicente, David Esteves, Rui Santos, Cristiano Manuel, Bruno Martins, Gonçalo Sampaio, Ricardo Marques (Cap.), Filipe Gil, Salvador Cambournac, Tomas Lamboglia, Diogo Vasconcelos, Jonathan Nolan, Tomas Jacinto, Mateus Neves, Gonçalo Silva, Filipe Nobre, Antonio Mil-Homens, Sebastião Vasconcelos, Leonardo Gonçalves, Pedro Madaleno.
Treinador: Patricio Lamboglia
Fisioterapeuta: Rita Marques/Physioclem
Diretor Equipa: Adelino Jacinto

crc_cr-s-miguel_1

Os nossos agradecimentos ao apoio da CM Caldas da Rainha, e aos nossos patrocinadores:

sponsors

Partilhar...Share on Facebook
Facebook