8ª Jornada CN 1ª Divisão RC Santarém – 25 / Caldas RC – 3

Pelicanos perdem o derby do Oeste em Santarém

8ª Jornada do CN 1ª Divisão RC Santarém vs Caldas Rugby Clube

Tarde muito agradável, muito publico, um pitch em condições no recinto da EPC, com vários melhoramentos. Parabéns RC Santarém.

O jogo teve um vencedor indiscutível. Mais decididos, mais placadores, mais fortes no jogo do solo – na disputa dos rucks esteve a grande diferença entre as duas equipas, e mais rápidos nas jogadas de ataque os Cavaleiros superiorizaram-se, em toda a linha aos Pelicanos. O equilíbrio nas fases estáticas do jogo não foi suficiente para ultrapassar a vontade de vencer da equipa da casa.

Entrou forte o Santarém e aos 5 minutos, na sequência de uma boa receção de um pontapé tático do Caldas, uma penetração rápida e decidida pelo centro da defesa adversária foi concretizada com um primeiro toque de meta, entre os postes, facilmente convertido.

Na resposta o Caldas beneficiou de uma penalidade que, tentada aos postes foi convertida. O medio de abertura Pelicano,”Tommy” Lamboglia não falhou.

Na mesma toada, aproveitando algum ascendente na formação ordenada, o Caldas beneficiou de nova penalidade tentada aos postes, aos 11 minutos, desta feita não concretizada pelo sub-18 Pelicano e habitual chutador Tomas Lamboglia.

Terminou aqui a fase mais equilibrada do encontro. Algo apáticos, sem definirem com clareza o seu jogo, os Pelicanos foram sendo sucessivamente ultrapassados pelo jogo muito rápido dos Cavaleiros. E aos 16 minutos em nova situação de ultrapassagem da linha da vantagem o arrier Caldense interrompeu ostensivamente a jogada, sendo penalizado com o cartão amarelo. Jogada rapidamente à mão a oval terminou com o segundo toque de meta do Santarém.

Primeiro quarto: RC Santarém – 12 / Caldas RC – 3.

O jogo prosseguiu com as mesmas características. Uma infração disciplinar de um jogador da casa – placagem alta e o consequente cartão amarelo, criou uma situação de algum equilíbrio na partida, mas sempre com os Cavaleiros mais decididos e pressionantes na sua fase defensiva.

E pouco após a meia hora o Treinador Escalabitano substitui 2 jogadores na sua primeira linha, refrescando a sua linha avançada. A partir daqui acentuou-se o poder da equipa caseira na disputa dos lances divididos.

Os últimos minutos da 1ª parte viram duas chances de parte a parte. O Santarém converteu uma penalidade aos 37 minutos e em cima do final o Caldas dispôs de idêntica oportunidade, mas sem êxito.

Ao intervalo, RC Santarém – 15 / Caldas RC – 3.

A segunda parte foi do Santarém. Muito determinados a defender, não permitiram qualquer tipo de reação aos Caldense e colocando bolas nos 22 metros adversários, quer por pontapés táticos quer pressionando e ganhando rucks sucessivos quando os Pelicanos tentavam sair a jogar, os Cavaleiros foram construindo o resultado.

O terceiro toque de meta aconteceu aos 47 minutos, à ponta e um quarto ensaio aos 60 minutos, também à ponta, na sequência de jogadas rápidas de penetração após conquistas na disputa no solo.

Terceiro quarto: RC Santarém – 25 / Caldas RC – 3.

Os últimos 20 minutos foram de sucessivas tentativas de pontuar por parte dos Pelicanos, feridos no seu orgulho, mas sem nunca conseguirem criar situações de vantagem. Prevaleceu a capacidade e a alma dos Cavaleiros a defenderem com tudo.

Resultado final: RC Santarém (4 E, 1 T, 1 P) / Caldas RC (1P).

Resultado claro do Santarém, a melhor equipa, técnica e taticamente que jogou concentrada, empenhada e forte nos aspetos decisivos do jogo – a placagem e o jogo no solo.

Lições para o futuro para a equipa Caldense. A juventude tem um ”preço”, o retorno será tanto maior quanto as capacidades de “aprender” e de voltar “por cima”.

De referir a estreia no Caldas Rugby Clube de Francisco Fraga, um “portuense” agora radicado, com a “jovem” família, nas Caldas da Rainha. MAIS UM PELICANO!

O CRC alinhou:

João Vicente, David Esteves, Rui Santos, Luis Gaspar, Bruno Martins, Gonçalo Sampaio, Ricardo Marques (Cap.), Cristiano Manuel, Salvador Cambournac, Tomas Lamboglia, Diogo Vasconcelos, Jonathan Nolan, Tomas Jacinto, Mateus Neves, Gonçalo Silva, Filipe Nobre, Gustavo Moura, Francisco Fraga, Filipe Gil, Sebastião Vasconcelos, Leonardo Ferreira.

Treinador: Patricio Lamboglia

Fisioterapeuta: João Raimundo/Physioclem

Diretor Equipa: Adelino Jacinto

Os nossos agradecimentos ao apoio da CM Caldas da Rainha, e aos nossos patrocinadores:

Partilhar...Share on Facebook
Facebook