4ª Eliminatória Taça de Portugal Caldas RC -38 vs RC Santarém – 35

Caldas RC vence Santarém e apura-se para oitavos-final da Taça de Portugal

4ª Eliminat´0ria TP Caldas Rugby Clube vs CR Santarém

Magnifica tarde de inverno, sol sem vento, e muito publico – afeto às duas equipas – nas bancadas. O complexo desportivo das Caldas em processo de embelezamento e melhorias mostrou-se um palco de excelência para a prática do Rugby.
As Caldas da Rainha dispõe, nos dias de hoje, palcos invejáveis para as mais diversas competições desportivas.

A partida foi muito bem disputada por ambas as equipas, explanando um Rugby com bons pormenores técnicos e jogo de ataque a privilegiar as jogadas à mão. Arbitragem competente de Guilherme Themudo, disciplinador e a deixar jogar.

Ambas as equipas apresentaram algumas baixas nos seus XV, aproveitando o Santarém por colocar, de início, alguns jogadores menos utilizados, para proporcionar a sempre necessária rodagem.

Aproveitaram os Pelicanos, e com uma primeira meia hora de Rugby jogado ao largo, rápido e tecnicamente irrepreensível, marcaram 4 ensaios, logo aos 2 minutos pelo regressado nº 8 Filipe “Fili” Gil – uma palavra para a rápida recuperação da Mãe, aos 7minutos pelo ”arrier” Gonçalo “Bieber” Silva a concluir jogada de toda a linha atrasada Pelicana, aos 20 minutos pelo jovem centro Tomas Jacinto e aos 28 minutos pelo sempre jovem Pedro “Boi” Madaleno a concluir talvez a melhor jogada do encontro. Todos os 4 ensaios foram magistralmente transformados por “Tommy” Lamboglia, que ainda aproveitou para concretizar, aos 12 minutos, uma penalidade aos postes.

Primeira ½ hora: Caldas RC – 31 / CR Santarém – 0.

O treinador dos Cavaleiros reagiu e promoveu várias substituições, repondo uma equipa mais próxima da capacidade atual da formação Escalabitana.

A reação foi imediata e, aproveitando também algum “tirar do pé” dos Pelicanos, o Santarém conseguiu, em apenas 6 minutos 3 toques de meta, fruto de jogadas muito rápidas de penetração pelo centro dos seus avançados, frescos e poderosos. Apenas um dos ensaios foi convertido.

Uma lesão do asa Pelicano Gonçalo Sampaio e uma amarelo, por placagem alta a um jogador do Santarém, que ainda aproveitou um excelente pontapé de penalidade aos postes, na bola de jogo, foram os últimos episódios da primeira metade.

Ao intervalo, Caldas RC – 31 / CR Santarém – 20.

Duas partes distintas, um jogo com boas jogadas de parte a parte, a partida e o apuramento em aberto. Antevia-se uma forte pressão dos Cavaleiros, competiria aos Pelicanos contrariar os desígnios do adversário.

E, na 2ª parte assistiu-se a um jogo muito mais disputado.

Logo aos 42 minutos, o Santarém reduziu através de nova penalidade concretizada aos postes, falta por erro primário do centro Pelicano.

Responderam os Pelicanos e, aos 7 minutos uma excelente iniciativa dos avançados da casa terminou com um ensaio pelo 2ªlinha “Cristi” Manuel. Uma conversão de nível por “Tommy” Lamboglia, com um pontapé da linha lateral, colocou o resultado em Caldas RC – 38 / RC Santarém – 23.

O jogo passou a ser repartido, tentando o Santarém o ataque mas defendendo com determinação o Caldas.
Aos 52 minutos, e numa jogada de alguma felicidade, o 3/4 ponta Escabilitano intercetou uma jogada à mão dos Pelicanos, que iam para ensaio, e, sem oposição concretizou um toque de meta, à ponta, não transformado.

Foi a vez do Caldas proceder a várias substituições, rodando toda a equipa disponível.

À passagem da meia hora, o Santarém obteve um novo ensaio, na sequência de mais uma interceção, desta vez bem transformado.

Com o resultado em Caldas RC – 38 / RC Santarém – 35, previam-se uns últimos 10 minutos intensos.

Até final procurou o Santarém a vitoria mas defendeu bem o Caldas, procurando sempre o contra-ataque. Um novo cartão amarelo a um jogador do Santarém, aos 76 minutos, por corte ostensivo de jogada de ensaio sentenciou a partida.

Resultado final: Caldas RC – 38 / CR Santarém – 35.

Resultado que se aceita, duas equipas que proporcionaram bons momentos de Rugby aos muitos adeptos que vibraram e apoiaram, como se deve, as suas Equipas. O Rugby no Oeste está muito bem representado.
O Caldas RC segue para os oitavos de final, recebendo no fim-de-semana de 28-29 Janeiro a AEIS Técnico, atual 2ª classificada da Divisão de Honra.

Seguiu-se uma “prolongada” 3ª parte onde as três equipas estiveram em elevadíssimo plano. O Rugby assim estará sempre de parabéns!

O CRC alinhou:
João Vicente, Luis Gaspar, Rui Santos, Cristiano Manuel, Bruno Martins, Gonçalo Sampaio, Ricardo Marques (Cap.), Filipe Gil, Salvador Cambournac, Tomas Lamboglia, Mateus Neves, Jonathan Nolan, Tomas Jacinto, Pedro Madaleno, Gonçalo Silva, António Mil-Homens, Francisco Fraga, Sebastião Vasconcelos, Leonardo Ferreira, João Leitão.
Treinador: Patricio Lamboglia
Fisioterapeuta: João Raimundo/Physioclem
Diretor Equipa: Adelino Jacinto

Os nossos agradecimentos ao apoio da CM Caldas da Rainha, e aos nossos patrocinadores:

Partilhar...Share on Facebook
Facebook