1/8 Final Taça de Portugal Caldas RC -7 vs AEIS Técnico -80

Caldas RC derrotado com naturalidade pelo 4ºclassificado da Divisão de Honra

1/8 Final TP Caldas Rugby Clube vs AEIS Técnico

Conquistada no passado dia 7 de Janeiro a presença nos 1/8 final da Taça de Portugal, após a magnífica vitória sobre os eternos rivais do Oeste, o RC Santarém, os Pelicanos receberam, no Domingo, o atual 4º classificado do CN da Divisão de Honra e um dos históricos do Rugby nacional, a equipa do AEIS Técnico.

Tarde muito húmida, “pitch” em bom estado, e bastante público, maioritariamente afeto à equipada casa, ambiente típico de uma tarde de Rugby.

Não estando nunca em causa a superioridade da equipa do Técnico, o Caldas encarou este jogo como uma oportunidade para se testar e jogar com o espírito Pelicano. Uma palavra para os “Engenheiros”, que respeitando o espírito do jogo, apresentaram uma equipa quase na máxima força, atitude de verdadeiro Rugby que se saúda.

Uma referência, ainda para o trio de arbitragem, chefiada por Fernando Mendes, auxiliado pelo Caldense António Vidigal e por Sérgio Laranja que estiveram em bom plano – é pena que a “3ª equipa” só esteja completa nos jogos disputados pelas equipas principais.

Entrou muito forte o Técnico e rapidamente marcou 3 ensaios, nos primeiros 9 minutos.

Respondeu o Caldas e na sequência de uma excelente jogada – alinhamento conquistado nos 5 metros adversários, seguido de “moule”, fixação à entrada da linha de ensaio, jogada rápida para o abertura, Jonathan ”Nilas” Nolan, e um pontapé tático a solicitar o ponta do lado contrário, Gustavo “Toro” Moura – concretizou um toque de meta, bem transformado pelo, hoje, ”arrier” Tomás “Tommy” Lamboglia.

Aproveitou, então o Técnico um deslize defensivo e marcou, com facilidade um 4ºensaio,aos 17 minutos, bem transformado.

1º Quarto: Caldas RC – 7 / Técnico – 26

A partida continuou com os Engenheiros a jogar muito rápido e em profundidade, com os Pelicanos a procurar responder, defendendo e procurando surpreender com algumas jogadas de bom recorte, mas sem concretização, ainda que fossem provocando várias penalidades.

Os forasteiros marcaram de novo aos 25 minutos e na bola de jogo. Aos 34 minutos o Caldas viu o seu médio de abertura sair lesionado, o que, naturalmente criou dificuldades na fluidez do seu jogo.

1ª Parte: Caldas RC – 7 / Técnico – 38

Na segunda parte assistiu-se a um jogo com um certo equilíbrio, o Caldas a rodar toda a equipa e a ter algumas fases interessantes.

O Técnico respondeu com uma defesa intransponível e com jogadas de contra-ataque, principalmente através do seu poderoso ponta direito. Assim, concretizou dois novos toques de meta aos 47 e aos 55 minutos, ambos bem transformados.

3º Quarto: Caldas RC – 7 / Técnico – 52

Nos últimos vinte minutos assistiu-se a um natural desgaste da equipa Caldense, aproveitado pelos Engenheiros para dilatar o resultado com a obtenção de mais 2 toques de meta, aos 68 e72 minutos, ambos transformados.

Com a raça e a atitude que se lhe reconhece, os Pelicanos instalaram-se no meio-campo adversário e, por diversas vezes estiveram perto de pontuar. A melhor prova desta fase são as várias penalidades provocadas – no cômputo geral a equipa da Divisão de Honra cometeu 14 penalidades em todo o encontro contra as apenas 5 penalidades cometidas pela equipa da casa. Contudo este esforço não teve correspondência no resultado.

No tempo extra – 6 minutos – o Técnico aproveitou, e, em mais 2 conta ataques que resultaram, dilatou o resultado, para números talvez exagerados face ao comportamento das duas equipas.

Resultado final: Caldas RC – 7 (1 E, 1 T) / CR Técnico – 80 (12 E, 10 T)

Experiência importante para a equipa Pelicana, que poderá tirar boas ilações para os jogos importantes do CN 1ªDivisão, que se avizinham de imediato.

O CRC alinhou:
Luis Gaspar, David Esteves, Rui Santos, Cristiano Manuel, Bruno Martins, Leonardo Ferreira, Ricardo Marques (Cap.), Filipe Gil, Salvador Cambournac, Jonathan Nolan, Gustavo Moura, Gonçalo Silva, Nika Charkviani, Tomas Jacinto, Tomás Lamboglia, João Vicente, Francisco Fraga, Sebastião Vasconcelos, Mateus Neves, Diogo Vasconcelos, Cristóvão Monteiro.
Treinador: Patricio Lamboglia
Fisioterapeuta: João Raimundo/Physioclem
Diretor Equipa: Adelino Jacinto

Os nossos agradecimentos ao apoio da CM Caldas da Rainha, e aos nossos patrocinadores:

Partilhar...Share on Facebook
Facebook