11ª Jornada CN 1ªDivisão Vitória FC (Setúbal) – 13 / Caldas RC – 12

Pelicanos derrotados em Setúbal na bola de jogo

11ª Jornada do CN 1ª Divisão Vitória FC vs Caldas Rugby Clube

Duas equipas com perspetivas diferentes para esta jornada. Os Setubalenses à procura da sua primeira vitória, com a confiança que os últimos resultados permitiam, os Caldenses também à procura da primeira vitória, mas fora de casa, e que podia colocar a formação num lugar confortável na tabela.

Quando é assim, quem demonstra mais querer, vontade de vencer e “mais cabeça” acaba por triunfar. E foi o que aconteceu. O Setúbal acabou por triunfar, na bola de jogo, por 13-12, ao acreditar e lutar até ao fim. O Caldas apenas se pode penalizar a si próprio, essencialmente por falta de capacidade de decidir as melhores opções de jogo em momentos decisivos do encontro.

Não foi uma partida bonita de se assistir. Jogo confuso, cheio de faltas – técnicas e táticas e, acima de tudo muito indisciplinado. Três amarelos e dois vermelhos, estes para a equipada casa, não abonam aquilo que se pretende seja um jogo de Rugby. A arbitragem foi prejudicada por esta atitude de indisciplina, de jogo e desportiva.

Mas, indo à partida. Tarde de Inverno, com chuva e muito vento. Bastante público afeto à equipa da casa nas bancadas do bem tratado complexo desportivo de Setúbal.

O apoio à equipa da casa esteve presente, mas nem sempre com as atitudes mais convenientes. Cabe aqui uma palavra ao que se tem vindo a assistir cada vez mais no Rugby Português, e em todos os escalões. O que se pretende seja um facto distintivo, a festa desportiva nas bancadas a que ainda este fim-de semana assistimos nas transmissões do Torneio 6 Nações, não é seguido em Portugal. Assim a nossa modalidade estará cada vez mais em risco.

A jogar a favor do vento na primeira parte o Setúbal instalou-se no meio campo Caldense, pressionando o adversário.
Aos 9 minutos uma penalidade, por falta no ruck, foi bem transformada pelo chutador Sadino, inaugurando o marcador.

Vitória FC – 3 / Caldas RC – 0.

Seguiu-se uma fase de equilíbrio, jogada a meio-campo com inúmeros erros técnicos de ambas as equipas. O Setúbal a privilegiar o seu jogo de avançados, domínio do jogo em que dominaram, o Caldas a tentar seguir a jogar à mão mas sem êxito.

1º Quarto: Vitória FC – 3 / Caldas RC – 0

Os Pelicanos começaram a ser um pouco mais efetivos no seu jogo e, aos 28 minutos, numa boa jogada no seguimento de conquista de formação ordenada, saída do asa do lado fechado, Ricardo Marques, pontapé tático do médio de abertura Tomás “Tommy” Lamboglia, a solicitar o ¾ pontaGustavo”Toro” Moura, que recebeu bem e conclui com um toque de meta de belo efeito. A tentativa de transformação não resultou.

Continuou a dominar a equipa visitante mas vários erros técnicos, nos alinhamentos e em perdas de bola no contacto não permitiram que as iniciativas de ataque resultassem. Duas faltas, por obstrução em jogadas de moule, frustraram boas ocasiões do Caldas pontuar, quando o Setúbal jogava com 14,por amarelo. A determinada e muito eficaz defesa Sadina foi preponderante nesta fase.

Galvanizada, a equipa da casa acabou por reagir e, na bola de jogo chegou ao ensaio. Penalidade a castigar uma jogada indisciplinada do centro Caldense, Nika Charkviani, num ruck a meio-campo, e consequente amarelo, jogada à touche. Alinhamento, nos 5 metros, bem conquistado, moule e o toque de meta entre os postes, transformado com facilidade.

Ao intervalo: Vitória FC -10 / Caldas RC – 5

Tudo em aberto para a segunda parte.

Entrou um pouco melhor o Caldas. Mesmo sem nunca jogar bem, instalou-se nos 10 metros Setubalenses, mas sem nunca quebrar a defesa coriácea da equipada casa. De novo erros finais de manuseamento comprometeram a finalização.

Contudo, e aos 45 minutos, uma interceção do talonador Pelicano, David “Foto” Esteves, quando os Sadinos tentavam sair a jogar nos seus 22 metros, foi aproveitada e o ensaio, entre os postes, facilmente transformado, por “Tommy” Lamboglia, inverteu o resultado. Setúbal FC – 10 / Caldas RC – 12.

Reagiu o Setúbal e o jogo passou a ser uma luta de avançados. Erros sucessivos de ambas as equipas, penalidades, e ausência de jogadas que pudessem conduzir a pontuação.

3º Quarto: Vitória FC – 10 / Caldas RC – 12

À entrada dos últimos 20 minutos, os sadinos apostaram tudo, refrescando a linha avançada.

Mas este último quarto foi de indisciplina. Indisciplina técnica – o Caldas aqui esteve francamente mal, cometendo faltas sucessivas nos rucks, o que lhe valeu um amarelo á primeira linha numa fase decisiva do jogo, e não sendo capaz de definir as suas jogadas da melhor forma. Indisciplina desportiva do Setúbal que viu dois vermelhos.

Foi nesta atmosfera que o jogo acabou por ficar decidido na última jogada. O Caldas teve uma penalidade já no meio campo adversário e, optou por jogar à mão. Um novo erro técnico no ruck sequente, foi aproveitado pelo Setúbal para colocar a oval à entrada dos 10 metros adversários. Uma conquista no alinhamento, seguida de moule só foi travada com nova penalidade. A transformação eficaz fixou o resultado.

Resultado final: Vitória FC – 13 / Caldas RC – 12

Ganhou a equipa que mais quis ganhar. Ausência de capacidade de decisão e de definição de jogo penalizou a equipa que perdeu.

Espera-se uma reação imediata a esta prestação menos conseguida, já mo próximo jogo em casa, contra a forte equipa do Moita Bairrada. O apoio do público Pelicano será fundamental.

O CRC alinhou:
Luis Gaspar, David Esteves, Rui Santos, Cristiano Manuel, Bruno Martins, Gonçalo Sampaio, Ricardo Marques (Cap.), Filipe Gil, Salvador Cambournac, Tomás Lamboglia, Gustavo Moura, Jonathan Nolan, Nika Charkviani, Tomás Jacinto, Gonçalo Silva, João Vicente, Filipe Nobre, Francisco Fraga, Sebastião Vasconcelos, Leonardo Ferreira, Diogo Vasconcelos, Cristóvão Monteiro.

Treinador: Patricio Lamboglia

Fisioterapeuta: João Raimundo/Physioclem

Diretor Equipa: Adelino Jacinto

A equipa Caldense deslocou-se em autocarro da CMCR.

Os nossos agradecimentos ao apoio da CM Caldas da Rainha, e aos nossos patrocinadores:

Partilhar...Share on Facebook