1ª Jornada CN2 – Caldas RC -18 vs CR S. Miguel – 22

1ª Jornada CN2 Seniores

Caldas RC estreia-se com derrota em jogo disputado

Mais um Sábado cheio de Rugby nas Caldas da Rainha.

Num dia de enorme calor, o magnífico complexo desportivo acolheu imenso público que assistiu, de manhã a um jogo do escalão Sub-18, entre o Caldas RC e o misto Belas RC/Sporting CP Rugby.

O jogo serviu de preparação para as duas equipas enquanto não se inicia a fase competitiva. A ausência de resposta da estrutura federativa e associativa, tem levado os Clubes a promover e a organizar as soluções que competiriam quer à FPR quer à ARS. Esperemos que muito rapidamente a situação se resolva, para bem do Rugby Português e, muito em particular dos jovens praticantes.

Na parte da tarde realizou-se o jogo correspondente à 1ªJornada do CN2, no escalão Sénior.

O Caldas RC recebeu o CR S. Miguel, este ano com reforçadas pretensões e investimento. A equipa Pelicana, em fase de reconstrução – a saída por motivos académicos e profissionais de uma boa parte do grupo anterior ainda não foi totalmente compensada, apresentou-se algo diminuída com apenas 17 elementos no boletim de jogo.

O público afeto aos dois clubes – mais uma vez se saúda a participação crescente que se tem vindo a assistir nos jogos da equipa Pelicana – assistiu a uma partida, nem sempre bem jogada, mas muito disputada e equilibrada.

A primeira parte foi de domínio repartido e sem grandes oportunidades para marcação de ensaios. Saiu o Caldas RC na frente do marcador, por 3-0, fruto de uma boa transformação de penalidade, tentada aos postes, pelo habitual chutador Pelicano Tomás Lamboglia, que esteve em grande neste domínio do jogo ao longo de toda a partida.

Entraram muito fortes os Bulldogs na segunda parte, mostrando que vinham para vencer. Contudo, os Caldenses com garra, espírito de grupo, defenderam com muita pressão, impondo-se nas fases estáticas e respondendo com o seu Rugby tradicional, privilegiando o jogo à mão.

A marcha do marcador foi evoluindo, sempre a favor dos Pelicanos.

Aos 50 minutos, ensaio por Diogo Vasconcelos, a terminar talvez a melhor jogada do encontro, com participação decisiva dos dois centros, Tomás Jacinto e Tiago Santos; 8-0 para o Caldas RC.

Respondeu, como lhe competia, o S. Miguel e, aos 55 minutos, após fase de pressão nos últimos 5 metros, saída forte da formação ordenada e ensaio; 8-5 para o Caldas RC.

A partida entrou numa fase de grande intensidade com as duas equipas a lutarem pela oval com toda a entrega. E o marcador alterou-se apenas a partir de penalidades transformadas aos postes, aos 62 minutos, Tomás Lamboglia colocou o resultado em 11-5, respondeu o S. Miguel aos 66 minutos, e 11-8 para o Caldas RC.

Um amarelo para dois jogadores, um de cada equipa, colocou ambos os conjuntos com 14 em campo.

Os Pelicanos, acreditando e levados pelo apoio que vinha das bancadas, desenvolveram, então, o seu melhor Rugby, pontapés táticos, conquistas nos alinhamentos e jogo cirúrgico à mão. E aos 68 minutos Gustavo Moura conclui, entre os postes, jogada de insistência, que transformada facilmente por Tomás Lamboglia colocou o marcador em 18-8 para o Caldas RC.

Mas o forte desgaste, resultado do muito calor, da intensidade do jogo e da falta de banco, penalizou a equipa Pelicana. Nos últimos 10 minutos, e como compete a uma equipa de Rugby, os Bulldogs vieram com tudo para cima dos últimos 22 metros do adversário e, naturalmente, deram a volta ao resultado, com dois toques de meta, transformados, aos 75 e aos 78 minutos. Procurou ainda responder o Caldas ao primeiro ensaio, mas as forças já não respondiam ao coração Pelicano.

Resultado Final: Caldas RC – 18 / RC S. Miguel – 22.

Um aplauso a todos os intervenientes, pela entrega, capacidade de luta e atitude desportiva demonstrada dentro das quatro linhas.

Vitória justa da equipa que se apresentou completa e mais forte fisicamente.

Uma resposta à altura da tradição Pelicana, jogando Rugby. O futuro estará sempre assegurado enquanto tivermos esta alma e respeito pela tradição do Clube.

Alinharam pelo Caldas RC: Bruno Silva, Diogo Vasconcelos (1E), Duarte Jasmins, Filipe Gil, Filipe Nobre, Gonçalo Sampaio, Gustavo Moura (1E), Leonardo Ferreira, Luis Gaspar, Ricardo Marques (Cap.), Ricardo Rei, Rui Santos, Salvador Cambournac, Sebastião Vasconcelos, Tiago Santos, Tomás Jacinto, Tomás Lamboglia (1T, 2P).

Treinador: Patrício Lamboglia

Diretor de Equipa: António Ferreira Marques

Fisioterapeuta: Érica Balseiro/Physioclem.

Os nossos agradecimentos ao apoio da CM Caldas da Rainha e aos nossos patrocinadores.

Sponsors Sponsors

Partilhar...Share on Facebook