11ª Jornada CN2 RC Santarém – 18 (1 E, 1 EP, 2 P) vs Caldas RC – 21 (2 E, 1 T, 3 P)

11ª Jornada CN2 Seniores

Caldas RC vence o Derby do Oeste

O Caldas RC conseguiu em Santarém uma vitória sofrida mas merecida.

 

Tendo aceitado a inversão da jornada solicitada pelo Santarém e a alteração da data de realização da partida, também a pedido do adversário, o Caldas RC deslocou-se até ao Campo da Escola Prática de Cavalaria para disputar a 11ª jornada, num derby que se previa de grande luta entre o 4º e o 2º classificados na tabela, respetivamente.

 

O Caldas apresentou-se com 20 jogadores inscritos no boletim de jogo, com algumas ausências importantes, devido ao surto de gripe, mas também por motivos profissionais, tendo em conta que o jogo foi apenas marcado, pelo RC Santarém, durante a semana.

 

Mas os Pelicanos tinham a ambição e o querer de manter o bom momento e procurar uma vitória no derby.

 

A partida começou fortíssima, com muito público a puxar pela equipa da casa, mas também com a presença de alguns indefetíveis sócios Caldenses que se deslocaram para dar força à sua Equipa.

 

Os Cavaleiros inauguraram o marcador com um pontapé de penalidade, mas os Pelicanos reagiram de imediato obrigando à falta e consequente penalidade, convertido pelo abertura Tommy Lamboglia.

 

Numa partida equilibrada, o RC Santarém, mais duro e efetivo nas formações espontâneas voltou a adiantar-se com nova penalidade.

 

Os Pelicanos começaram a controlar o jogo no último quarto de hora, conseguindo numa penetração rápida ir até ao ensaio pelo centro Tomás Jacinto.

 

O Caldas pressionou até ao descanso conseguindo mais uma penalidade, de novo exemplarmente transformada por Tommy Lamboglia, e chegando ao intervalo a vencer.

 

Um dos pilares Pelicanos, Luís Gaspar, viu um cartão amarelo aos 38´ por uma placagem mais alta.

 

Ao intervalo: RC Santarém – 6 (2 P) / Caldas RC – 11 (1 E, 2 P).

 

Vantagem escassa, e jogo totalmente em aberto. Esperava-se uma forte reação dos Cavaleiros.

 

Os Pelicanos iniciaram a 2ª parte com 14 jogadores em campo, mas aguentaram bem a pressão do adversário.

 

Contudo, os Cavaleiros chegaram ao ensaio numa bela jogada, em profundidade e muito rápida, o que lhes permitia empatar o resultado a 11-11, não conseguindo converter a transformação.

 

Com um jogo algo faltoso, o Santarém concedeu mais uma penalidade, de novo concretizada pelo magnífico chutador Pelicano, repondo a liderança para o Caldas.

 

Os Cavaleiros continuaram a pressionar, encostando os Pelicanos nos seus 5 metros, conseguindo um ensaio penalidade, e ficando em vantagem 18-14.

 

A alma Pelicana, não se conformou, e, os Caldenses mantiveram a cabeça fria e o seu jogo organizado, não se deixando cair nalgumas provocações e no jogo duro do Santarém.

 

O Caldas foi mantendo a posse da oval e delineando o seu Rugby tradicional, a partir de jogadas à mão.

 

Esta postura acabaria por dar frutos, e na sequência de uma insistência paciente, os Pelicanos, numa bela jogada ao pé do abertura Tomy Lamboglia, colocaram a bola no seu flanco direito onde apareceram rápidos e contundentes o ponta Gonçalo Silva e o arriére Claudio França para este transportar a oval até à área de ensaio e colocar os Caldenses em vantagem a 7 minutos do final. Vantagem reforçada com um pontapé magistral de Tomy Lamboglia na transformação, fixando o resultado em 18-21.

 

Os Caldenses aguentaram firmes até ao final, consistentes e valentes. A vitória curta assenta bem aos forasteiros e fica valorizada pelo adversário que a o jogar em casa tudo tentou para sair vitorioso.

 

Resultado Final: RC Santarém – 18 (1 E, 1 EP, 2 P) / Caldas RC – 21 (2 E, 1 T, 3 P).

 

Vitória apertada da Equipa Pelicana, que mostrou, talvez, melhor Rugby e que manteve a concentração e acreditou até ao fim.

 

Resposta ao mesmo nível dos Cavaleiros, que mostraram argumentos para discutir o Campeonato.

 

Com este resultado vitorioso, num ciclo de 4 jogos fora de portas em que apenas averbou uma derrota, e frente a um concorrente direto ao apuramento para o play-off final, o Caldas RC consolida o 2º lugar no CN2 e ganha um élan para garantir um dos dos quatro lugares que permitem disputar o título.

 

Saúda-se a presença da Comissão Diretiva e dos sócios do Caldas RC no apoio à Equipa do Caldas RC.

 

Alinharam pelo Caldas RC: Alexandre Vieira, Cláudio França (1 E), Diogo Vasconcelos, Dorin Plameadala, Duarte Jasmins, Filipe Gil, Gonçalo Sampaio, Gonçalo Silva, Leonardo Ferreira, Luis Gaspar, Mateus Neves, Ricardo Marques (Cap.), Ricardo Rei, Rui Santos, Salvador Cambournac, Sebastião Vasconcelos, Tiago Santos, Tomás Jacinto (1 E), Tomas Lamboglia (1 T, 3 PP), Tomás Melo.

Treinador: Patrício Lamboglia

Diretores de Equipa: Adelino Jacinto

Fisioterapeuta: Erica Balseiro/Physioclem

 

A Equipa Caldense deslocou-se em carrinhas gentilmente cedidas pela TransWhite.

 

Os nossos agradecimentos ao apoio da CM Caldas da Rainha e aos nossos patrocinadores.

Partilhar...Share on Facebook
Facebook